O Brasil possui uma irradiação solar média anual muito superior à da Europa, onde se encontram sete dos quinze maiores produtores de energia fotovoltaica do mundo. Mesmo com esse gigantesco potencial, esse tipo de geração, que, em muitos casos, pode significar autonomia energética, é pouco utilizado no país. Isso se deve em boa medida ao desconhecimento sobre seu funcionamento, sobre seu uso como fonte principal ou auxiliar de energia, quais os modelos mais adequados para cada tipo de estabelecimento e seus principais benefícios, como a redução de custos. Quanto a este último tópico, sempre, independente do modelo, é um investimento que se paga em um curto período de tempo.

Qualquer sistema de energia fotovoltaica contará com painéis solares, cabos, estrutura de suporte, inversores e controladores de cargas. No caso dos sistemas Off Grid, que operam sem conexão com a rede comercial, há também um conjunto de baterias. Essa característica torna-o a solução ideal para estabelecimentos que operam em regiões isoladas, como fazendas e frigoríficos, embora também seja largamente utilizado por indústrias. De acordo com a incidência de irradiação solar, do número de painéis e do consumo energético, podem proporcionar autonomia completa. Quando não há incidência de luz, as baterias garantem o fornecimento por períodos de até doze horas.

Outro sistema é o On Grid, que opera conectado à rede comercial. Por estar sujeito a quedas no fornecimento das operadoras, demanda o uso de grupos geradores para que não haja interrupções.

Ambos os sistemas permitem a conexão com a rede pública, o que possibilita a comercialização do excedente gerado para as concessionárias. Outra vantagem econômica é que o investimento na compra dos equipamentos e instalação do sistema pode ser financiado tanto por bancos quanto pelos fornecedores, possibilitando que a economia gerada pela instalação permita que ele se pague. Mesmo quando o consumo é elevado, os sistemas fotovoltaicos podem garantir a autonomia energética. Nesses casos, a geração é fator determinante. Ela estará diretamente relacionada à área de que o estabelecimento dispõe para a instalação dos painéis solares. Isso o torna ideal, por exemplo, para supermercados, por conta dos tamanhos dos galpões que ocupam. Já em Shoppings Centers que possuem estacionamentos abertos, é possível fazer uma cobertura inteira de painéis solares.

A TEG Energia é uma empresa especializada em energia solar e conta com profissionais habilitados capazes de encontrar a melhor solução em energia solar.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *