Alguns Motivos para se pensar na substituição do fornecedor do Gerador de energia.

É importante trabalhar em conjunto com os fornecedores.

Substituição do fornecedor de energia, é necessário as vezes se pensar nisso. Para entregarmos nossos produtos ou serviços com excelência diariamente, trabalhamos em conjunto com parceiros comerciais chamados de Fornecedores.  Os fornecedores não são apenas quem produz, fabrica ou entrega serviços.

Podemos dizer que o fornecedor é uma peça fundamental para o sucesso ou fracasso em muitas organizações.

Existem diversos motivos para a reavaliação e substituição de um fornecedor de energia. E então fica a pergunta, quando devo reavaliar e mudar de fornecedor?

Após uma falha? Quando você está insatisfeito com a qualidade do seu fornecedor habitual? Quando você receber uma proposta mais atraente? O fornecedor lhe atende prontamente quando necessário? Os custos estão dentro do praticado pelo mercado?

Qualquer um desses motivos pode ser uma razão convincente para a mudança. O olhar do comprador e responsável pela mudança deve ser sistêmico e observar critérios que possam influenciar nessa tomada de decisão.

Essa relação é muito importante e não podemos enxergar o fornecedor como um mero entregador de produtos ou serviços.

É preciso dar chance a novos fornecedores, quando se achar necessário uma mudança.

Porém, é preciso pensar na substituição do fornecedor de energia, dar a chance a outros fornecedores pode ser saudável se seguir critérios que mantenham ou melhorem o padrão de qualidade do que é ofertado atualmente.

A Avaliação é importante quando você seleciona um novo fornecedor?

Não é importante, ela é fundamental. Dentre os critérios estabelecidos como necessários para uma boa relação como fornecedor, estabeleça os de maior peso e o avalie constantemente.

Pode-se usar o aparente problema como uma oportunidade de referenciar os seus custos operacionais e competência.

A reavaliação do contrato, o momento econômico em que atravessamos pode também ser uma ótima oportunidade de revisão dos atuais contratos.

Tratando-se de Geradores de Energia Elétrica o momento é oportuno para avaliar um novo fornecedor considerando redução de custos, um novo dimensionamento e estrutura para fornecimento de energia secundária.

Novas tecnologias são apresentadas com frequência e aplicadas na montagem de Geradores o que proporciona economia no consumo do combustível. São frequentes operações onde o consumo de combustível supera, e muito, o valor da locação do gerador.

A eletricidade se tornou a principal fonte de luz, calor e força utilizada no mundo moderno. Atividades produtivas são possíveis porque a energia elétrica chega até as indústrias onde grande parte dos avanços tecnológicos se deve a este setor.

Para que essa atividade não seja interrompida o gerenciamento da manutenção como ferramenta é muito importante no sucesso da empresa. O planejamento deve primar pela excelência dos serviços realizados e pela eficiência e eficácia da execução. As intervenções devem ocorrer em períodos pré-definidos, cuja finalidade é a realização de manutenção preventiva em equipamentos ou sistemas.

Conseguimos imaginar um hospital, data center, indústria farmacêutica ou instituições financeiras funcionando sem energia elétrica? Seria um prejuízo incalculável uma situação onde um minuto sem energia faz toda a diferença e existem soluções que podemos preparar para evitar que instituições que dependam exclusivamente de energia elétrica.

Os geradores são dimensionados para suportar todas as cargas necessárias ao funcionamento dos Equipamentos durante a falta de energia da Concessionária. O Objetivo é atender a operação 24 horas x 7 dias da semana, considerando as condições para manutenção preventiva, acréscimo de novos componentes e reposição operacional após interrupções não programadas.

No Brasil, 80% da energia é produzida nas hidrelétricas, que dependem de água em níveis adequados em seus reservatórios para gerar energia. No entanto, o índice de chuvas, extremamente abaixo do esperado, durante todo o ano, prejudicou a oferta de energia elétrica. Como resultado, os brasileiros passaram a ter como meta a redução do consumo de energia a fim de que o País não sofra um apagão generalizado.

Pensando nisso, o governo implementou algumas medidas a fim de garantir essa economia como o aumento tarifário e também o incentivo para a utilização de geradores de energia por parte da indústria e do comércio que estão sofrendo com as falhas no abastecimento da energia elétrica.
Algumas áreas da economia, especialmente grandes indústrias, dependem exclusivamente de fontes elétricas de energia para manterem suas produções ativas e a sua ausência pode ser fatal em termos de competitividade e, até mesmo, de sobrevivência.

Imagine só o prejuízo. Sua empresa fica sem energia de repente e sua produção é interrompida completamente. O resultado? Parada momentânea de produtividade que gera um prejuízo imenso à empresa em termos financeiros, até mesmo, porque ainda que sem trabalhar em função da ausência de energia, os seus funcionários receberão o salário integral no final do mês.

Oscilações e quedas constantes de energia na rede elétrica podem ocasionar prejuízos incalculáveis para empresas em diversos setores sendo elas por redução momentânea e paralização da produção e perda de faturamento e até mesmo a perda de material ao longo da linha de produção. Podemos considerar também a queima de equipamentos quando da retomada brusca de energia na rede.

A solução pode estar no investimento em algum tipo de backup de energia que previna catástrofes de toda ordem. Nesse sentido, os geradores de energia surgem como uma resolutiva interessante para sua empresa. Mas vale a pena avaliar a variedade de geradores disponíveis no mercado, cada vez mais modernos e adaptáveis a diferentes tipos de realidade, ambiente e demanda.